O que fazer ao Lixo Doméstico?

Ambiente, Utilidades por himem @ 13:00 |
1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (8 votos, média: 4,75 em 5)
Loading...
Adicionar comentários
Imprimir Imprimir Enviar Enviar

Reciclar

Vai comprar um sofá novo mas não sabe o que fazer com o antigo? Guardou a bateria do seu automóvel anterior e agora quer desfazer-se dela? Através desta nova ferramenta de apoio, descubra o que fazer com todo o lixo doméstico.

Este dossier, para além de explicar as vantagens de reciclar, dá algumas sugestões sobre como organizar a casa e o que fazer com os mais variados desperdícios produzidos pela família.

Fonte: Portal do Cidadão com Direcção-Geral do Consumidor e Sociedade Ponto Verde


Vantagens de Separar o Lixo

A reciclagem começa em casa com a separação das embalagens. Depois de colocados nos ecopontos, os pacotes são enviados para Estações de Triagens onde é efectuada uma selecção mais rigorosa. Uma vez feita a triagem, o lixo é compactado e enfardado por tipo de material, sendo posteriormente transportado para as Unidades de Reciclagem.

Separar não só as embalagens mas também outros bens que já não são utilizáveis, como os electrodomésticos ou as roupas, tem muitas vantagens a nível ambiental e económico.

Poupar Energia

Fabricar materiais a partir de resíduos consome menos energia do que produzi-los com matérias virgens. Muitos dos recursos energéticos que se poupam são fontes de energia não renováveis, como o petróleo, por exemplo.

Economizar Matérias-Primas

A utilização de embalagens usadas, feitas a partir de matérias provenientes da recolha selectiva do lixo, é um dos meios mais eficazes de poupança de matérias virgens, como a madeira, a areia, o estanho ou o alumínio.

Aterros Sanitários

Todo o lixo que não é separado vai parar a aterros sanitários. Neste sentido, quanto menos embalagens e outros bens recicláveis forem colocados nos grandes contentores de lixo orgânico maior será o tempo de vida útil desses aterros.

——————————————————————————–
Casa Organizada

Para separar as embalagens e outros desperdícios não é necessário possuir recipientes próprios nem ter um para cada tipo lixo.

Uma das opções ao dispor da família é, de facto, ter três ou mesmo quatro cestos para as principais matérias: papel, plásticos, vidro e lixo orgânico.

Porém, muitas vezes revela-se mais prático distinguir apenas as embalagens recicláveis do restante lixo e separar os pacotes à boca do ecoponto.

Cabe, contudo, à família decidir a situação que mais se adapta à sua casa.

Não importa a forma de separação utilizada, há alguns procedimentos que devem ser tidos em consideração:

As embalagens têm de ir para os ecopontos vazias;
De preferência, os pacotes devem ser espalmados para ocuparem menos espaço, evitando, por um lado, deslocações desnecessárias ao ecoponto e, por outro, reduzindo os custos e a poluição provocada pelo transporte ou armazenamento dos materiais;
Tirar as tampas, rolhas e rótulos das embalagens porque normalmente são feitos de outras matérias;
Algumas embalagens devem ser passadas por água antes de serem colocadas no ecoponto, com o objectivo de afastar os maus cheiros;
Não introduzir os resíduos recicláveis em sacos fechados para facilitar a separação que se efectua de seguida nas Estações de Triagem;
É importante não esquecer que se pode utilizar sempre o mesmo saco de plástico para transportar as embalagens até ao ecoponto, da mesma forma que é possível depositá-lo no contentor amarelo quando estiver estragado.

——————————————————————————–
Papéis, Metais ou Plásticos, Vidros e Pilhas

Muitas vezes surgem dúvidas sobre em que contentor do ecoponto colocar as embalagens. No entanto, não há qualquer problema se houver engano, uma vez que os pacotes passam por um processo de selecção rigoroso nas Estações de Triagem.

Muitas vezes também não há certezas sobre se as embalagens podem ser recicladas. Nestas ocasiões, deve-se procurar pelo símbolo da reciclagem (um triângulo construído por setas) nas embalagens, que indica que o material pode ser depositado num ecoponto.

Contentor Verde

No vidrão cabem embalagens de vidro, garrafas, frascos e boiões, vazios, limpos e sem tampas ou rolhas (que devem, por sua vez, ser colocadas no contentor do lixo indiferenciado).

Contentor Amarelo

Os pacotes de plástico e de metal limpos devem ser inseridos no embalão, com a cor amarela. Alguns exemplos são as garrafas, os frascos e os garrafões de plástico; os sacos de plástico; as latas de bebidas, de conserva ou outras; as embalagens em alumínio; todas as peças em esferovite; os invólucros de plásticos, etc.

Contentor Azul

No papelão azul é possível colocar papel ou pacotes de papel e cartão limpos. Por exemplo: jornais, revistas, cadernos, papel de escrita, embalagens de cartão liso ou canelado, sacos de papel de embrulho, etc.

Contentor Vermelho

Já no contentor vermelho, ou pilhão, devem ser inseridas as pilhas não recarregáveis.

Contentor para Óleos

Nem todos os concelhos fazem a recolha selectiva e a reciclagem de óleos alimentares, que depois são reaproveitados para fabricar sabões e biodiesel. Contudo, existem já bastantes depósitos para estes líquidos junto aos ecopontos.

No caso de não haver este contentor no ecoponto, deve-se colocar os óleos usados em garrafas fechadas e depositá-los nos contentores de lixo indiferenciado. Não se aconselha despejar os líquidos nas sanitas ou lava-loiças porque podem provocar a corrosão das tubagens, obstruir os esgotos e criar graves problemas ao funcionamento das estações de tratamento das águas residuais.

——————————————————————————–
Lixo Indiferenciado

Nos contentores “normais” deve-se depositar o lixo indiferenciado que não pode ser reciclado, bem como os artigos biodegradáveis.

Alguns exemplos do lixo que se pode depositar nos grandes contentores são os papéis vegetais, autocolantes, encerados, pratas, papéis sujos ou com plástico, cerâmicas, rolhas, artigos de pirex, cristais, espelhos, etc.

——————————————————————————–
Medicamentos e Radiografias

Medicamentos

Os medicamentos fora de validade, bem como as caixas vazias, devem ser entregues nas farmácias. É um erro colocar os remédios juntamente com o lixo indiferenciado.

Radiografias

As radiografias devem normalmente ser guardadas durante cinco anos, mas depois disso podem ser recicladas. As farmácias aceitam estes materiais de onde pode ser extraída prata.

No momento da entrega dos radiogramas, é fundamental não esquecer de tirar os relatórios em papel.

——————————————————————————–
Electrodomésticos e Lixo Digital e Tecnológico

Comprar um Novo

Sempre que se adquire um aparelho novo, o estabelecimento é obrigado a aceitar o equipamento usado. Nesta situação não pode ser exigida qualquer quantia ao consumidor. Caso a loja se recuse a ficar com a máquina velha, o cidadão pode fazer uma reclamação através da Linha SOS Ambiente.

Desfazer-se do Antigo

As marcas têm centros de recepção de electrodomésticos espalhados por todo o país mas em número reduzido. Caso não exista um próximo, deve-se contactar o fabricante ou representante em Portugal para combinar uma forma de entrega do material.

——————————————————————————–
Velharias

Os sofás, os colchões, os móveis velhos não devem ser colocados perto dos contentores de lixo indiferenciado ou dos ecopontos. As autarquias têm regras próprias para recolher estes itens.

As Juntas de Freguesia são as instituições mais indicadas para informar sobre os horários e pontos de recolha destes artigos.

——————————————————————————–
Baterias de Veículos e Pneus

Baterias de Veículos

Os acumuladores usados devem ser devolvidos aos revendedores, que são obrigados a aceitá-los livres de encargos.

Pneus

As entidades produtoras são responsáveis por receber os pneus usados, conforme o Decreto-Lei n.º 11/2001, de 6 de Abril. Porém, existem também ecocentros que recolhem este tipo de material.

——————————————————————————–
Doação de Bens

Os bens que ainda estão em boas condições podem ser oferecidos a instituições de solidariedade social ou a bancos de recolha que depois os distribuem por diversas organizações.

As roupas, os brinquedos e mesmo os computadores ou móveis antigos são exemplos de artigos que podem ser entregues em associações de beneficência, que posteriormente os atribuem a famílias ou restauram como forma de arrecadar dinheiro.

——————————————————————————–
Reclamações e Dúvidas

Fazer uma Denúncia

Em caso de dúvida sobre o cumprimento das normas relacionadas com o ambiente, os cidadãos têm ao seu dispor a Linha SOS Ambiente, que acompanha os casos de agressão ou crime ambiental.

Esclarecer as Dúvidas

Através do número 808 500 045, entre as 9:00h e as 18:00h, qualquer incerteza sobre a separação de lixo pode ser dissipada. O custo dos telefonemas é o equivalente ao das chamadas locais.

Gostas? Partilha!

7 Respostas para “O que fazer ao Lixo Doméstico?”

  1. sashia Diz:

    cena fixe!
    para alem de fixe é util e bastante completo.
    obrigada.

  2. alibanas Diz:

    já faço a reciclagem e vocês?! não custa nada, 🙂

  3. ANA Diz:

    onde devo entregar as tampas de plástico? Que depois de vendidas revertem para a compras de cadeiras de rodas.

  4. himem Diz:

    penso que qq escola recolhe isso, pelo menos a minha recolhe.

    de qq maneira podes ter mais info aqui:

    http://www.tampinhas.org/

  5. sashia Diz:

    ANA: o quecenafixe “postou” sobre isso. http://www.quecenafixe.com/?p=987

    boas recolhas.

  6. Aline Diz:

    Por quantoo vcs compram um colchao ou um sofa velho??

  7. Isabely Diz:

    Maneero isto paara um traabalho escoolar!!!!
    Quuem peega essa pesquiisa tiira noota 10,0!!!
    Bjs!!
    =D

quecenafixe.sitesforge.com
Tema por: N.Design Studio. Editado e traduzido por Katiero.
Feeds RSS Registar Iniciar sessão